Espiritualidade avançada, metafísica, física quântica, esoterismo, lei da atração, universo holográfico

  • Estudos avançados de espiritualidade, metafísica, parapsicologia, ocultismo

  • Tudo sobre a lei da atração, como aumentar magnetismo e intensificar probabilidades

  • Visite o site oficial www.spiritualmatrix.com para mais textos, livros, imagens, entre mais

  • Conhece o Universo e conhecerás a ti mesmo(a), somos um microcosmo reflexo do Macrocosmo

sábado, 1 de maio de 2021

Há cada vez mais Exorcismos

exorcismo igreja


 






A Pandemia, o confinamento, as milhões de mortes, estão a causar impacto psicológico nas pessoas. Cada vez há mais depressões.

Problemas espirituais também parecem afectar cada vez mais as pessoas.

A Igreja católica está a querer aproveitar a "onda" e já assume os exorcismos sem preconceitos, inclusive modernizaram-se e fazem exorcismos via telemóvel.

Cerca de 200 padres fizeram o curso para ser exorcistas. O  13º curso sobre exorcismo e Oração de Libertação (Corso Esorcismo e la Preghiera di Liberazione) teve lugar no Instituto Sacerdos da Pontifícia Universidde Regina Apostolorum (em Roma) e foi aprovado pela Igreja Católica. O professor é Giuseppe Ferrari.










Um cardeal, Ernest Simoni, de 89 anos, disse que diz as orações em latim pelo telefone com o(a) cliente do outro lado da chamada.

A Igreja Católica diz que as possessões têm aumentado.

A Igreja continua machista e relega as mulheres para posições pouco importantes, neste curso acontece igual e as mulheres podem apenas ser "auxiliares de exorcista".


Fonte: Reuters


Nota: Este comentário final não faz parte do artigo expressa a minha opinião pessoal. Tenho vinte anos de pesquisa desses temas, experiência em espiritismo e fiz curso de Parapsicologia.

Devo frisar que não é apenas a Igreja Católica que pode fazer exorcismos, nem orações em latim. Vários sistemas e práticas espirituais podem repelir más entidades, incluindo práticas de magia com defumações e limpezas astrais, métodos da Umbanda para purificar pessoas e ambientes, xamanismo, entre mais.

Quem pensar o contrário está equivocado. Um padre não significa que seja uma pessoa "santa", a pureza de espírito tem a ver com o carácter e índole da pessoa, independentemente do cargo ou vestimenta que usa.

Por exemplo existem padres, no Vaticano, que enquanto pessoa não são puros (os pedófilos por exemplo), se um padre (que é um ser humano) for impuro e tentar fazer exorcismos, não funcionará.

Um exorcismo não funciona por conter orações em latim (imagine que os espíritos obsessores nem sequer entendam latim?), um espírito só se sente forçado a ir embora se reconhecer poder nas palavras ou na energia/vibração do orador.

A doutrina espírita explica muito bem como ocorrem obsessões. Não gosto do termo "possessão" porque nenhum demónio entra dentro do corpo do indivíduo.

O próprio nome "demónio" é pesado e é utilizado pela Igreja para incutir o medo, para eles se apresentarem como a derradeira "solução". Na verdade existem espíritos e eles "encostam" na pessoa, obsediam-na conectando-se energeticamente aos chacras dela. A Umbanda utiliza a expressão certa, é um tipo de "encosto". A entidade encosta na pessoa, acoplamento áurico.

Eu vos digo, um indivíduo não é exorcista apenas por usar uma batina e um crucifixo ao peito. Qualquer pessoa que tenha anos de estudo e prática espiritual, que seja de carácter puro e tenha uma vibração espiritual forte é suficiente para repelir o mal, a sua simples presença já se superimpôe vibracionalmente à presença das entidades (e estas se afastam).

Ainda direi mais:

Um exorcismo poderia "resolver" temporariamente o problema de obsessão espiritual. Mas resolve apenas os sintomas.

Há que trabalhar a raiz do problema, trabalhar a parte espiritual do invidíduo que está com problemas ou descobrir a origem do mal (pode ser uma feitiçaria que fizeram ao fulano, pode ser uma situação cármica, etc). Porque se o indivíduo estiver fragilizado espiritualmente, com baixa autoestima e energia, mais cedo ou mais tarde continuará a atrair o problema. Então além do exorcismo, há que trabalhar sobre as origens do problema, e reforçar espiritualmente o indivíduo obsediado (com coaching espiritual, limpeza astral, proteção, etc).

E fico por aqui.


Sílvio Guerrinha



Share:

Bater na madeira Afasta o Azar

 

bater na madeira sorte







Conhece certamente a tradição de dar três toques na madeira, para "isolar" as más energias ou afastar o azar, certo?

De onde surgiu essa tradição?

Há cerca de 4 mil anos atrás, os índios da América do Norte verificaram que o carvalho era a árvore mais atingida pelos raios. Concluíram, então, que a imponente árvore era a morada dos deuses na Terra e toda vez que se sentiam culpados por alguma coisa, batiam no tronco dos carvalhos com os nós dos dedos, para chamar os deuses e pedir perdão.

Outra das prováveis origens era a tradição pagã de dar pancadinhas com a mão no tronco de uma árvore, acreditava-se que elas eram habitadas por espíritos (devas) e que isso atrairia boa sorte, ou então agradeciam ao deva da árvore e pediam um desejo.

devas árvore







No Reino Unido, em 1899, começou a surgir essa tradição de bater na madeira para afastar más energias, nos Estados Unidos surgiu a tradição em 1905.

Caro leitor, a explicação sobre esta tradição existe em centenas de sites, incluindo na conceituada Wikipédia. Porém mais ninguém desenvolve uma explicação ou teoria plausível.

Vou fazê-lo. Em minha opinião, que acredito no mundo espiritual, as florestas são locais de enorme magnetismo, as árvores canalizam magnetismo, portanto existem certamente entidades que habitam a floresta.

Além disso, existe outro factor em ação quando batemos na madeira, se acreditarmos que repelimos o azar isso muda o nosso mindset (modo de pensar) e a nossa vibração fica mais positiva, ficamos mais autoconfiantes, serenos, isso de facto repele o azar...Pois a nossa atitutde e vibração perante o resto do dia muda.


Sílvio Guerrinha

Share:

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Magia Egípcia (novo livro)

 








Link aqui (Amazon)

Com este livro pode recuar no tempo milhares de anos até aos primórdios da magia e entrar em ressonância com a egrégora egípcia. Ficará a conhecer Heka (a magia egípcia), correspondências para cada divindade (cristais, velas e cores correspondentes), como montar um altar, feitiços inéditos com milhares de anos, como consagrar talismãs, astrologia kemética (o seu signo egípcio) e muito mais, ao longo de 167 páginas. Um trabalho de pesquisa intensa ao longo de vários anos, onde procurei traduzir fielmente o significado de hieróglifos e algumas invocações em kemético (egípcio antigo). 

Correspondência entre deuses egípcios e Orixás. Exorcismo e feitiços egípcios. Orações. Como criar e preparar um altar. Nomes originais em Kemético. Astrologia Egípcia. Ritual em grupo cerimonial e rituais solitários. Datas de celebração. Posturas de adoração. Tabela de hieróglifos para uma escrita codificada. Invocações em Kemético original. Consagrar amuletos egípcios. Glossário de Termos Keméticos.

O ebook Kindle inclui letra e imagens diversas a cores, bem como um índice interactivo.

Share:

A sua loja Online

 











Crie a sua loja online, preços acessíveis, alojamento e certificado SSL incluídos. 

Link Aqui

Share:

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

O triângulo do Alasca

 








Certamente já ouviu falar no Triângulo das Bermudas, mas e sobre o Triângulo do Alasca? É considerado mais perigoso.

De acordo com a revista The Atlantic, três mil pessoas desaparecem todos os anos no Alasca. 

A maioria desaparece na zona selvagem do chamado “Triângulo do Alasca”.

Desde 1988, houve mais de 16 mil desaparecimentos na zona que forma o misterioso triângulo, entre as regiões de Utkiagaviq (também conhecida como Barrow), Anchorage, e Juneau, a capital do Alasca.

Em 1972, a área do misterioso Triângulo do Alasca despertou a curiosidade do mundo depois do desaparecimento de um avião Cessna que transportava políticos norte-americanos na cidade de Anchorage.

O governo dos Estados Unidos levou a cabo uma operação de 39 dias em busca dos políticos, utilizando 40 aviões militares e 50 aviões civis. No entanto, nunca encontraram destroços, escombros nem cadáveres.

O Alasca continuou a acumular milhares de casos de desaparecimentos sem solução. A revista The Atlantic descreve as histórias de dois jovens que desapareceram misteriosamente.

O primeiro é Rick Hills, que desapareceu em fevereiro de 2004, aos 35 anos, quando ia buscar um cheque em Anchorage. O outro caso é o de Richard Bennet, de 39 anos, que desapareceu perto da mesma cidade em 2005.

O gelo e a neve podem apagar os últimos vestígios de uma pessoa, uma vez que há constantes deslizamentos de terra, glaciares partidos, rios a transbordar e encostas perigosas. Todos estes fenómenos fazem com que qualquer explorador possa derrapar, cair e desaparecer com facilidade.

Por outro lado, não existe qualquer explicação para o desaparecimento de aeronaves. 

De acordo com a revista Curiosity, entre elas estão um avião militar com 44 passageiros em 1950 e o bimotor Cessna 340 com cinco passageiros em 1990.

Mas o Alasca é palco de muitos mistérios, um deles sendo grande caso de avistamentos OVNI e abduções.

Share:

translate

...





silvio guerrinha livros


Hostinger

reiki sekhm