Espiritualidade avançada, metafísica, física quântica, esoterismo, lei da atração, universo holográfico

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Deuses astronautas- Ufoarqueologia




















Existem centenas de gravuras rupestres (faço questão de sublinhar: centenas) e esculturas de extraterrestres, desenhadas por povos indígenas de diferentes continentes do globo, que não tinham contato uns com os outros. Não havia a hipótese de copiarem lendas ou superstições.
O leitor mais cético poderá pensar que, os indígenas desenhavam seres gigantes porque observaram algum povo desconhecido que não saberiam definir bem, ou um fenómeno que receavam e nessas gravuras exageraram a aparência desses humanóides etc. Porém, se os indígenas observassem outros seres humanos de pele branca e de outra etnia, iriam desenhá-los com dois ou três metros? Iriam desenhá-los com capacetes espaciais e estranhos artefactos?

O ramo da Ufologia que estuda estes fenómenos denomina-se de Ufoarqueologia




Cavernas de Vallorta (Espanha), gravuras com mais de 20 mil anos.


















As gravuras de Tassili (deserto do Saara) claramente mostram um humanóide com capacete.





































Utah (E.U.A).

















Val Camonica – Itália. Existem na região mais de 300 mil gravuras (algumas datadas de 6000 anos antes de Cristo).




















Kimberley, Austrália, gravuras com 47 mil anos. Alguns sites mencionam estas gravuras na zona de Wandjina, porém isso é um erro (ou falta de pesquisa). As gravuras encontram-se numa zona montanhosa na Austrália Kimberley, Wandjina é o nome dos seres alados representados nessas imagens.






















Fergana, Uzbequistão.

Conhecida como “O homem de Marte”, essa pintura foi descoberta pelo arqueólogo Guergui Chatski, na região das cavernas de Fergana, no Uzbequistão, juntamente com muitas outras pinturas de cavernas. Corresponderia ao período neolítico.  Estima-se que a gravura de 2 metros tenha 10 mil anos de idade.



































Existem muito mais gravuras, contudo não eram muito evidentes, algumas poderiam representar xamãs em danças rituais, rituais de caçadas etc.

Religiões de povos antigos como os Egípcios e os Sumérios baseiam-se nos ensinamentos de seres extraterrestres (deuses, Anunnakis para os Sumérios, Neteraat para Egípcios) que vieram do céu. O povo das estrelas. De fato extraterrestres podem ter desenvolvido os humanos geneticamente (tal como a lenda Suméria da criação, Enuma Elish, que inspirou a lenda de adão e eva), além de terem criado um sistema de religiões para o ser humano. O HGP (Human Genome Project) revelou que o nosso “ADN lixo” é de origem não-humana.
Todas as gravuras rupestres, e ainda ooparts (out of place artifacts) são evidências que fomos visitados por seres do espaço.  Podemos ainda referir os estranhos sinais no deserto de Nazca, que segundo se crê seriam pistas para OVNIS ou mensagens para as naves extraterrestres observarem do céu em altitude.

Fiz uma pesquisa minuciosa, várias imagens não as revelo aqui por se tratarem de fraudes artesanais (alguns pratos Maia e Aztecas com gravuras de discos voadores, ou as múmias do Perú) são fakes comprovados. Infelizmente circula muita desinformação na internet e alguns autores são adeptos da especulação, isso retira credibilidade ao tema, infelizmente.


Sílvio Guerrinha 



english version
Share:

0 comments:

Publicar um comentário

translate

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...





silvio guerrinha livros