Espiritualidade avançada, metafísica, física quântica, esoterismo, lei da atração, universo holográfico

domingo, 15 de dezembro de 2019

Espiritualidade Kemética

















O Kemet era o nome do antigo Egipto (Kemet significava terra dos negros, ou terra negra do Nilo) então derivantes do termo como Kemético, Kemética, Kemeticismo, são assuntos relacionados ao reavivamento da cultura egípcia.

Muita da espiritualidade moderna que conhecemos é apenas inspirada nos ensinamentos egípcios com milhares de anos, mas com novas terminologias.
O kemetismo se desenvolveu na década de 1970, com a ascensão do neopaganismo nos Estados Unidos.

Alguns Europeus antigamente viajavam ao Egipto (exemplos Helena Blavatsky, Aleister Crowley) e depois com os conhecimentos que trouxeram adaptaram-no e criaram as suas próprias doutrinas (Aleister Crowley criou a Thelema e esteve ligado à Orden Golden Dawn, Blavatsky criou a Sociedade Teosófica).

Tarologia, yoga egípcio (Smai Tawi), astrologia também nasceram no Kemet, cura energética também existia (cura Sekhm, SKHM ou Seichem), o Japonês Mikao Usui criou o reiki provavelmente inspirado nisso quando teve iluminação na montanha.














A Maçonaria e a Ordem Rosacruz adaptaram os seus conhecimentos do antigo Egipto.
Vários deuses Romanos e gregos foram inspirados nos deuses egípcios.

A árvore da vida, na Cabala, também foi inspirada no esquema da árvore da Kaballah egípcia.















A alquimia do antigo Kemet era Alkhemi, o Hermetismo deriva dos eninamentos de Toth (ao qual os gregos chamavam Hermes Trimegistus, o três vezes grande).

No fim de cada oração diz-se Amén, essa é uma adaptação da palavra Amen-Ra (aspeto oculto do deus RA) e a postura de mãos unidas em homenagem a RA.



Alguns provérbios antigos encontrados nos templos de Luxor:


«O que você está a fazer não importa, mas sim aquilo que aprendeu com o que estava fazendo»


«O Corpo é o templo de Deus. Por isso se diz conhece-te a ti mesmo.»
( Nota: No antigo Kemet não havia o conceito de um só Deus, porém eles viam o coletivo de todos os deuses e deusas como fazendo parte de um Todo divino: Ntru = Neteru ).


«O conhecimento surge de dentro, o Mestre apenas proporciona as chaves…»
Conhecimento surge por graus…


«Tu irás libertar-te quando aprenderes as ser neutro e seguires as instruções do teu coração, nunca deixando as coisas te perturbarem. Esse é o caminho de Maat.»



«Expansão de Consciência não depende da vontade do intelecto ou das suas possibilidades, mas  sim na intensidade da busca interior.»


«Toda a pessoa encontra o seu lugar no mundo, o essencial é ter um ponto fixo de onde poderá analisar a sua realidade no Agora e Depois.»


«Toda a semente reage à luz, só difere o tipo de cor… A planta revela o que contém a semente.»


Isto é uma mensagem codificada, cada cor do espetro de luz tem uma determinada frequência, por exemplo vermelho, verde, amarelo, possuem frequências diferentes.
Cada fruto tem uma cor específica, que simboliza a frequência de luz que a semente recebeu durante o crescimento até originar a planta e os frutos.
Cada cor tem a sua aplicação terapêutica, tal como o fruto dessa mesma cor terá as mesmas propriedades terapêuticas.



Sílvio Guerrinha


english version
Share:

0 comments:

Publicar um comentário

translate

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...





silvio guerrinha livros